segunda-feira, 1 de agosto de 2016

O que é clarividência

Saiba o que é clarividência e quais são suas características. Entenda como ela funciona e que tipos de percepções podem ser obtidas por meio dessa prática. Descubra quem pode praticar ou desenvolver a clarividência e quais cuidados são necessários.


Clarividência é a habilidade de ter percepções energéticas e extrafísicas de maneira visual por meio da alteração enérgico vibracional da consciência. Com a clarividência é possível enxergar aquilo que não se pode ver simplesmente com a visão física, por exemplo: aura, energias, espíritos, seres astrais, formas pensamentos, etc. O praticante de clarividência que possui essa habilidade desenvolvida é chamado de clarividente.

A clarividência tem a ver com frequência energética. A melhor analogia que encontrei até hoje para explicar melhor o funcionamento dessa capacidade é o rádio. Cada estação de rádio está emitindo uma frequência de ondas diferentes. A antena do seu aparelho é capaz de captar todas essas frequências, no entanto quando você o utiliza, escuta somente uma rádio. As outras passam despercebidas, a não ser que você sintonize nelas.

Com a clarividência ocorre o mesmo. O clarividente é como se fosse um rádio e uma antena captadora de sinais. Ele está, por padrão, sintonizado na frequência energética do plano físico. No entanto, quando quer, pode alterar a sua sintonia para captar outras frequências energéticas. Essa analogia pode ser utilizada para explicar qualquer outro tipo de vidência, como a clariaudiência (audiovidência) por exemplo. Caso queira, pode fazer uma analogia também com os canais televisivos. O clarividente é o telespectador e muda de canal quando desejar para ver a programação que ali está passando.

A clarividência pode ser desenvolvida por toda e qualquer pessoa que desejar, visto que é uma qualidade natural, já inata nas capacidades humanas. No entanto, para que esse desenvolvimento ocorra, é necessário que o praticante tenha muita paciência, persistência, seriedade, convicção e determinação. Caso contrário, muito dificilmente ele obterá avanços. Todo tipo de prática que envolve sensibilidade energética requer muita responsabilidade e cuidado, visto que ao exercê-la, o praticante ficará mais sensível energeticamente e portanto, pode se tornar mais vulnerável.

É necessário aprender métodos de defesa psíquica, limpeza espiritual e energética e tudo o que for necessário para se manter protegido e seguro. A clarividência traz muitos benefícios, principalmente para aqueles que querem ou necessitam de comprovações espirituais. Com ela o praticante pode ter a certeza da existência de um plano astral e de seres que nele estão presentes. Com a clarividência o praticante pode enxergar espíritos, energias, e tudo o que não é visto tão somente pelos olhos físicos.


A clarividência está ligada ao chacra frontal, também chamado de chacra do terceiro olho. Este chacra fica localizado no meio da sua testa e emite energia para trás e para frente. A emissão frontal está mais ligada a clarividência, funcionando como se fosse o olho da alma, o olho do seu corpo astral. Sendo assim, um dos primeiros passos para desenvolver a clarividência, é ativar este chacra e mantê-lo ativo.

O chacra do terceiro olho está muito ligado com as percepções extrafísicas. Quando está ativo e equilibrado, permite ao indivíduo ter facilidade na sua intuição e canalização, além de abrir espaço para diversos tipos de manifestações captativas. É por meio dele que o clarividente consegue enxergar aquilo que os olhos físicos não veem. É importante dizer que o chacra do terceiro olho não está somente ligado à clarividência como também à outras habilidades parapsíquicas, principalmente as que envolvem intuição e vidência. Isso porque ele consegue captar informações por meio da frequência vibracional. Percepções visuais não são os únicos tipos de informação energética. O chacra do terceiro olho abre espaço para ouvir sons do astral, pressentir mesmo sem ver ou ouvir, identificar coisas, captar pensamentos etc. A vidência mais próxima da clarividência no aspecto de percepção energética é a clariaudiência, também chamada de audiovidência. Com ela o praticante ouve e recebe mensagens através da audição extrafísica.

Assim como toda e qualquer habilidade parapsíquica, a clarividência precisa ser controlada e muito bem utilizada. Se o praticante não tiver os cuidados básicos, poderá se prejudicar por erros dos mais simples até os mais graves. É necessário se manter em equilíbrio e aceitação com as percepções extrafísicas. Isso quer dizer, usar a clarividência somente quando você quiser ou quando for necessário. Ser clarividente não significa andar pela rua e ver o tempo todo espíritos ou energias. Não significa também, estar o tempo todo recebendo informações do plano astral ou visualizando entidades ou o futuro.

É necessário que você assuma o controle e veja as coisas somente quando quiser, ou em outros casos, quando alguma entidade lhe convidar a receber uma mensagem ou percepção. Se você não consegue controlar isso, significa que sua clarividência está em desarmonia, está desequilibrada. E se esse for o caso, você precisa tratá-la urgentemente. Precisa tomar providências a fim de obter o controle total sobre suas vontades. Um clarividente desequilibrado e sem o controle de sua habilidade se torna facilmente manipulável por entidades mal intencionadas do plano astral. Essas entidades podem tomar conta de suas percepções e até perturbar o clarividente a fim de enlouquecê-lo. Existem casos de pessoas que perderam o controle de sua clarividência e não conseguiam parar de ver espíritos. Foram internadas em clínicas psiquiátricas com o quadro clínico de esquizofrenia. Passaram a tomar os remédios para essa doença e só pioraram seu estado. Isso porque não eram esquizofrênicos, estavam apenas desequilibrados na sua habilidade parapsíquica.

Ser vidente ou clarividente requer responsabilidade e seriedade. É um caminho maravilhoso e gratificante que permite conhecermos mais profundamente a natureza humana e da vida. É importante, entretanto dizer, que algumas manifestações espontâneas não são nocivas. Se você tiver um contato íntimo com entidades específicas ou guias espirituais, é comum que elas possam se aproximar de você e criar uma comunicação. É normal também o clarividente ter pressentimentos de uma hora pra outra, avisando-o ou alertando-o sobre algo. Ter visões, sem que sejam constantes e perturbadoras. Mas quando isso passa a influenciar negativamente a vida do praticante e ele não deseja essas manifestações, pode ser então um caso de desequilíbrio. Cada clarividente deve conhecer os seus níveis pessoais de clarividência e medir o que está certo e o que está errado de acordo com suas convicções e com a sabedoria espiritual.

O clarividente também está sujeito a erros. Ocasionalmente, pode ser que ele veja algo que não exista, pode prever algo que não vai acontecer, pode captar uma informação errada. Todo clarividente e todo vidente pode cometer erros e isso não significa que eles são charlatões, falsos ou imprestáveis. No momento da captação energética, o praticante pode confundir suas percepções com seus próprios pensamentos. Isso pode ser consequência de falta de concentração, falha na conexão energética, perca de lucidez, dentre outros motivos. Isso não quer dizer que o clarividente não está preparado. Todo mundo erra, uma hora ou outra, ninguém acerta sempre.

Para evitar o máximo possível esses erros, é necessário estar equilibrado não somente na sua habilidade como também nas suas energias próprias da aura, do corpo energético e dos chacras no geral. Ter um bom fluxo energético e um conjunto corporal limpo e adequado significa muito na realização de qualquer prática parapsíquica e vidente.

Texto escrito por Zetrusk, não permitida a cópia. Plágio é crime! Se utilizar algo aqui contido, faça referência.

As imagens aqui expostas foram coletadas na internet por meio de buscadores.

Texto escrito por Zetrusk, não permitida a cópia. Plágio é crime! Se utilizar algo aqui contido, faça referência.

5 comentários:

  1. GRATIDÃO AMIGO ,SUA PÁGINA É BEM ESCLARECEDORA GOSTEI MUITO ABRAÇOS ILUMINADOS

    ResponderExcluir
  2. Gostei .as vezes tenho essas coisas. Muito pouco. Talvez nao desabrochou por medo mesmo. Acho que nao estou preparada. Boa tarde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário Valde Nice. Se você quiser, tente perder esse medo aos poucos. Com certeza, com uma ótima proteção espiritual, você poderá desenvolver tranquilamente a clarividência.

      Excluir
  3. Gostei .as vezes tenho essas coisas. Muito pouco. Talvez nao desabrochou por medo mesmo. Acho que nao estou preparada. Boa tarde

    ResponderExcluir

Gostou do texto? A leitura contribuiu de alguma forma com seu conhecimento? Faça uma retribuição deixando o seu comentário. Isso é muito importante para ajudar o blog crescer cada vez mais. É também, um gesto de gratidão.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...